FANDOM


Killzone é um jogo de tiro em primeira pessoa (FPS), em um estilo de esquadrão, lançado para o PlayStation 2 em 2004. Passado no século XXIV durante um período de colonização planetária, Killzone mostra uma guerra entre a Aliança Estratégica Interplanetária (ISA) e uma facção separatista militarista chamado de Helghast. É o primeiro capítulo da franquia Killzone. Como sequências, foram lançados Killzone Liberation para PlayStation Portable, Killzone 2 e Killzone 3 para PlayStation 3, Killzone Mercenary para PlayStation Vita, e Killzone Shadow Fall para PlayStation 4.

O jogo foi relançado em outubro de 2012 para o PlayStation 3, junto à coletânea Killzone Trilogy, e também disponibilizado na forma de download pela PSN. O jogo foi otimizado em 720p, usando todo o potencial que foi restringido na versão do PS2.

HistóriaEditar

200px-Killzone (PS2) Cover

O jogo se passa em uma época da colonização espacial, após a recuperação total do planeta Helghan da '''Primeira Guerra Extrasolar. Os Helghast invadem o planeta Vekta em busca da vingança, influenciados pelo seu líder Scolar Visari. No jogo, os Helghast representam uma facção de ascendência humana que colonizou o planeta Helghan há muito tempo atrás. Lá, as duras condições ambientais resultaram numa brusca modificação daquela raça. Eles são mais fortes, rápidos e resistentes do que os seus primos. Exceto para um número pequeno de meio-humanos, uma elite de comandantes e algumas tropas bem treinadas, os Helghans precisam utilizar uma máscara de gás que processa todo o ar para criar uma atmosfera similar ao do planeta Helghan.

Como o capitão Jan Templar, a shadow marshal Luger, o sargento Rico Velasquez, e o coronel meio-humano, meio-helghan Gregor Hakha, o jogador assume o lado da ISA para defender o planeta Vekta dos Helghast.